Líder do governo na CMS articula para ter base completa em votação do ISS

Líder do governo na CMS articula para ter base completa em votação do ISS Destaque

Após conversa com o prefeito ACM Neto (DEM), o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador (CMS), Geraldo Júnior (SD), articula para colocar em votação, já na próxima semana, a isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) da tarifa de ônibus.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020 também deve entrar na pauta da semana que vem.

Com a cobrança pública de ACM Neto para votação do ISS, o líder do governo na Casa, Paulo Magalhães Júnior (PV), pretende reunir toda a base em plenário para garantir a aprovação da isenção com folga.

Na semana passada, sem quórum, Magalhães pediu para que a votação fosse adiada.

“Sabemos da importância da votação para a cidade e não podemos vacilar, não podemos adiar mais a votação. Acho que a isenção será aprovada com tranquilidade, faremos nossa parte”, disse um vereador que preferiu o anonimato.

A oposição, por sua vez, tem dito que a obrigação de reunir quórum no plenário para votação da isenção é da base do prefeito.

“Continua tramitando lá que o presidente ia pedir as duas comissões para apresentarem um parecer em plenário. Na semana passada, não teve o quórum deles. Nós temos a bancada de oposição, somos minoria, quem tem a maioria são eles. Ele [ACM Neto] fica passando para sociedade que, se a passagem for para R$ 4,12, a culpa será nossa, mas ele tem que chamar a base dele e discutir os tramites com o presidente”, afirmou a vereadora Marta Rodrigues (PT).

 

About Author

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.