De olho no G-6, Bahia vista o Corinthians na abertura do returno

De olho no G-6, Bahia vista o Corinthians na abertura do returno Destaque

É claro que ninguém vai descartar o fato de que o Bahia fez uma grande campanha no primeiro turno da Série A, mas tudo muda a partir deste sábado, 21, às 19h, na partida contra o Corinthians. Isso porque não adianta mais se vangloriar das vitórias contra grandes ou lamentar os tropeços contra pequenos: o Esquadrão vai reenfrentar os gigantes e ter segundas chances diante dos times da rabeira da tabela. E, para conquistar a tão sonhada vaga na Libertadores da América, vai precisar ao menos repetir o aproveitamento do turno, com o agravante de não ser mais surpresa.

Depois de o Tricolor marcar 31 pontos em 19 jogos, os primeiros colocados do Brasileirão sabem que vão enfrentar um adversário duríssimo, dentro ou fora de casa. Até por conta disso, o técnico Roger Machado declarou esta semana que divide o campeonato em blocos de seis jogos, mantendo o foco em pequenas metas. O duelo contra o Timão é, portanto, o segundo do atual grupo de partidas, que começou com o empate diante do Fortaleza. Assim, um mau resultado na Arena Corinthians obriga o Tricolor, segundo os planos de Roger, a correr atrás de pontos contra Botafogo, Avaí , Athletico e São Paulo.

A favor do Bahia, há a crise do adversário. O time paulista, no último mês, só ganho u um jogo, tendo perdido dois e empatado quatro. De quebra, um dos reveses foi na última quarta, pela semifinal da Copa Sul-Americana, contra o Independiente Del Valle, em sua própria casa. A derrota por 2 a0 deflagrou uma crise, que já contou com a presença da principal organizada do clube no centro de treinamento. A situação deixa o técnico Fábio Carille entre a cruz e a espada: ou bota o time reserva, ampliando as chances de perder mais uma e agravar a crise, ou vai com o time completo, não elimina a probabilidade de um resultado ruim e, de quebra, desgasta mais a equipe que vai precisar de um milagre no Equador semana que vem. Independente da escolha do treinador alvinegro, o clima tenso é bom para o Esquadrão.

Segundo o volante Ronaldo, o mau momento do Timão tem de deixar o Bahia ainda mais ligado. “A gente vem fazendo muito bons jogos fora de casa, mas amanhã vai ser um jogo mais complicado, mais difícil ainda, no qual o Corinthians vem pra poder vencer”, disse, durante o embarque para a capital paulista.

O volante deve formar o trio de meio-campo do Bahia junto com Gregore e Flávio. Embora tenha como primeira função marcar, o jogador emprestado pelo Flamengo explicou que, neste esquema, ganha mais liberdade para ajudar o ataque, junto com Flávio. Pronto para iniciar a jornada da segunda metade do campeonato, Ronaldo ressaltou que a Libertadores é, sim, a principal meta da equipe para o semestre final de 2019. “Sem dúvida, é o objetivo que a gente tem para a temporada. Estamos procurando fazer o nosso melhor. É mais um turno. Que a gente possa fazer daqui para melhor, para poder conseguir conquistar esse objetivo que é muito importante para o clube e para o grupo”, declarou.

About Author

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.